Polícia do Francês

englishnotacrimeAqui no Quebec existe a polícia da língua francesa (OQLF). É uma coisa tão estúpida quanto o próprio nome.É um órgão do governo criado para “promover o canadianismo, lutar contra o englesismo, normalizar o francês e promover o desenvolvimento sócio econômico do Quebec”. Desses objetivos, o único objetivo que eles cumprem é lutar contra o inglês. O órgão foi criado em 1961 e nasceu junto com os movimentos separatistas do Quebec. Já que o resto do país fala inglês, a língua é uma certa identidade do resto do Canadá e por isso visto como uma forma de dominação e lutar contra o inglês é mais um jeito de tornar o Quebec independente do resto.

Só que o Quebec deu um baita tiro no pé. Até os anos 80, Montreal era a maior cidade do Canadá e o pólo financeiro e cultural do país. Mas mais ou menos nessa época Toronto ultrapassou Montreal em população e economia. Isso aconteceu porque muitas empresas saíram do Quebec por causa de altos impostos e da “proibição” do inglês. Hoje os Montrealenses odeiam Toronto (dor de cotovelo!) e a economia da província sempre está atrás de Ontario e British Columbia. Até Vancouver que é bem menor, já se recuperou rápido da crise de 2008 enquanto que aqui vê-se placas de aluga-se e vende-se na cidade inteira. Muitos prédios fechados e abandonados. Segundo alguns, a Expo 67 que foi um sucesso enorme foi o último ano dourado de Montreal. Desde então a economia vai descendo morro abaixo.

E o povo daqui não aprende! As babaquices da polícia da língua são muitas! Multaram uma loja que vendia jogos porque muitos jogos não tinham versão em francês. Mesmo o dono na loja fazendo manuais traduzidos por ele mesmo. No final, o dono fechou a loja (será que mudou pra Toronto?).

Tentaram obrigar os restaurantes italianos a tirar a palavra “pasta” do cardápio porque está em inglês (e italiano dã!). Pelo menos essa eles não conseguiram…

Acharam ruim com o primeiro ministro porque ele falou em público em inglês. Detalhe: ele estava na Irlanda!

Um policial daqui tentou obrigar um sujeito anglófono a falar francês “porque era a lei”. Sendo que por lei federal, todos os funcionários públicos são bilingues (no Canada inteiro) e devem atender o cidadão na língua de sua preferência.

Um senador do Quebec reclamou com os EUA (os sazunidos) que os oficiais de imigração de lá não falam francês! Sem noção o sujeito!

Nesse blog o autor mostra como a polícia da língua continua ridícula após todos esses anos. “A OQLF é uma piada”, segundo ele. Aqui tem uma lista de empresas sob investigação da polícia da língua. Um detalhe curioso é que a policia da língua não investiga os restaurantes de Chinatown que possuem letreiro somente em chinês! Eles só vão atrás de empresas cujos nomes estão em inglês.

E a última palhaçada desses bocós é que recentemente mudaram a lei novamente para obrigar TODAS as empresas a incluírem francês no nome. Mesmo empresas multinacionais cujo nome está em inglês e que já ficou marca registrada, exemplo: Best Buy, Wallmart, Tim Hortons, Old Navy, Home Depot e por aí vai…

Mais engraçado é que o francês daqui (que eles querem proteger) não é um francês muito autêntico. Muitas palavras são diferentes do francês da França. Isso sem falar o sutaque terrível. Vários franceses vem pra cá e não entendem nada e vice-versa. Existe até um nome para esse francês bastardo deles: joual.

Alguns blogs também já receberam notificação da OQLF para traduzir tudo para francês…

+250 XPs

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s